8 de outubro de 2009

Promessas

Meninas,

Tá difícil, tá muito difícil organizar a alimentação.
Não está medonha, não está.
Mas podia melhorar muito.
Não estou acertando fazer nada pra melhorar.

Tenho ficado muito entre a cruz e caldeirinha entre coisas saudáveis e lights e gastar grana.
Parece que o mais barato é o mais engordurado, rs!

Essa semana mesmo, tenho comido muito na rua.
Semana de provas, já viu, fui cedo pra faculdade pra estudar todos os dias. E almocei na rua também.

O almoço, tranquilo. Fora um errinho aqui outro ali. Precisa melhorar, mas ainda não é o maior problema.

Mas essa semana consegui arrumar umas coisas na hora do lanche, pra melhorar a alimentação e não gastar tanto:

Segunda: sanduíche com pão integral light, patê de atum light com requeijão light, uma fatia de mussarela (era o queijo que tinha em casa, às vezes compro ele sem culpa nenhuma), tomate e cebola. E aí comprei um suco de laranja natural. R$ 3,00. (não conto o que gastei em casa, faz parte de outra contabilidade)

Terça: Andando no Saara, tive uma brilhante idéia de entrar numa Casa do Biscoito e comprar torradas Visconti (comprei normal, a integral tava muuuito quebrada), Polenguinho Light e aquelas geleínhas que a gente come em café da manhã de hotel. Nada light (a geléia é açúcar puro), mas é uma opção aos salgados tenebrosos da lanchonete. E na faculdade comprei um H2O de limão (estou descobrindo que isso substitui a minha deliciosa Sprite, mas não presta do mesmo jeito). Total: R$ 2,00 do lanche (deu R$ 4,00, mas comi no dia seguinte também) + R$ 2,50 do H2O.

Quarta: O restante das torradas, com polenguinho e geléia (sendo que dividi com uma colega que não teve tempo de lanchar) e a outra metade de um H2O que tomei no almoço e guardei. R$ 2,00 + R$ 1,25.

Bom, tem muito o que caminhar ainda, muito mesmo, mas acho que consegui dar uma baixa em alguns problemas.

Em casa tem sido difícil. Ontem eu e Achilles devoramos uma caixa de morango com leite condensado.

Mas o maior problema a ser contornado é esse aqui:

Acho que já falei aqui. A minha turma inteira da faculdade está viciada em Mentos. Tudo culpa de Bruno. Ainda enforco ele! Imaginem uma mesa gigante na biblioteca, com umas 8 pessoas estudando. E várias caixinhas e tubinhos de mentos rolando? E, tipo, não tem dono. Todo mundo compra, e todo mundo come de todo mundo. Uma mistura danada de sabores.
Preciso parar, preciso parar mesmo. Como uma caixinha dessas em menos de 10 minutos. Bem menos às vezes. Acabei de ver essa frase nesse site: "Como todo confeito mastigável, acaba rapidinho." É isso mesmo.
Mas fiz uma promessa pra mim mesma: a cada 5 dias (de segunda a sexta) seguidos que eu ficar sem comer Mentos, me dou um presente de R$ 5,00 (mais ou menos quanto eu gastaria com as balinhas).
Já consegui ontem, mas não vale, porque não vou pra faculdade nem hoje nem amanhã.
Preciso conseguir. Preciso ser forte às tentações da rua. E me regular em casa também.

Mudando de assunto e falando de beleza.

Meu cabelo. Não sei o que faço com ele. Cortei há um mês e está enorme. Quero cortar de novo. Mas estou contendo a maioria dos gastos, por causa do segredo (em breve eu conto). Acho que vou cortar só no Natal. E ainda tem a tinta, putz! Meu cabelo cresce rápido demais. Já estou com 1 dedo de raiz.
Ano que vem vou investir no Chocolate, depois de um ano ruiva. Vejamos.

Ontem fiquei vendo vídeos na internet sobre cuidados das unhas.
Sou péssima nisso, mas minhas unhas têm ficado cada vez mais bonitas.
Faço no salão, uma vez na vida e outra na morte.
Mas não quero mais fazer em salão, não só pela grana, mas pelos cuidados que têm, pelos bifes arrancados, pela grana sim também, pela minha cutícula. Preciso cuidar mais dessa parte do meu corpo. Essa semana (acho que hoje, até), vou dar uma passada numa farmácia e comprar pauzinho de laranjeira, lixa polidora e uns esmaltes. A próxima caixa da Avon vai demorar ainda.
Ontem eu fiz a unha. Pintei de um prateado que eu tinha aqui.
Eu sou canhota, e posso dizer que tenho 2 mãos direitas. Sou péééééssima. A mão direita fica linda, mas a esquerda fica um trapo. Questão de treino, eu chego lá.
Mas adorei como ficaram.

Me sinto mais delicada de unhas feitas.

Ai ai... não contei pra vocês, aprendi a fazer sushi. Fiz um curso em Salvador. E amanhã tô indo pra lá de novo. Daqui há pouco vou ali no Flamengo, numa loja de produtos japoneses pra comprar umas coisinhas. Fiz com a minha turma, foi engraçadíssimo e domingo nos reuniremos pra fazer sushi para outros amigos.

Beijocas e bom feriadão!

Tchau!

7 comentários:

Dani Páscoa disse...

Ai eu sei exatamente como é, seu post inteiro!!!
Me identifiquei pacas!!
Unhas, cabelos, dindin, e alimentação!
Beijos

Mirelle disse...

Nossa Clara parece que todas nos passamos pelas mesmas coisas....

Amanda disse...

Ai Clarinha...realmente é muito dificil e cada não é uma vitoria...um grande beijo!!!

Sílvia Rizzuto Rosa disse...

é... a persistência é o segredo do sucesso. mas que tem horas que dá vontade de chutar o balde e comer o que gosto e que claro, é engordante, isso dá. mas não vou pôr tudo a perder não, não vale a pena; por mim, pela minha saúde, pela minha família, como dizem os alcoólicos anônimos: só por hoje!
[ ]´s e bom findi/feriado pra vc!
ah! sou da lista FLYMigas, tá?!

Mariana Brizeno disse...

Nooooossa, muito legal o seu blog! Estou vasculhando, rs....

Tenho dois:
www.marianabrizeno.blogspot.com
www.nossadecisao.blogspot.com.

Tb quero muito emagrecer (já foram 11, faltam ir 13). Adoro contar minhas "coisinhas" nos meus cantinhos e fazer amigas virtuais...

Podemos ser amigas?

Mariana Brizeno (ou simplesmete Mari) - Fortaleza/Ceará - 31 anos, farmacêutica, funcionária pública, casada e mãe de dois filhos.

Beth disse...

Clara, organize-se, determine-se e vai comer melhor, sim. Dá para ter um cardápio legalzinho sem precisar gastar tão mais para isso. Uma reeducação não é dependente de alimentos especiais, da linha diet ou light. Claro que há coisas que se a gente puder optar pelo especial, ótimo. Mas não é essencial. Legumes, verduras e frutas da época, ou seja, a preços melhores, há muitos. A gente tem que ser criativa, bolar os pratos etc. No restaurante a peso, sempre dá para montar um prato legalzinho, mas é preciso atenção e disciplina para o olho não ficar pulando só em cima do salgadinho etc.
Você sabe fazer isso, garotinha, vamos lá!!!!
Segredo é? Espero que seja algo bem bacana, então vale a pena economizar sim. Mas não com a saúde, com o bem estar tá?
Beijo
Beth
http://aconquista.zip.net

Tita disse...

Para quem tem um dia mais agitado e passa muito tempo na rua é mais difícil mesmo organizar e equilibrar a alimentação, mas não é impossivel e aos pouquinhos você com certeza consegue ir melhorando e deixando do jeito que você quer.

Mentos realmente é uma perdiçãaaaao. Antigamente eu era apaixonada. Comprava nas Lojas Americanas o saquinho com 3 pacotes e se deixasse como todas num dia só.

Também faço minhas unhas em casa, na maior parte das vezes e realmente é uma questão de treino. No inicio minha mão direita (sou destra) ficava o "oh", mas agora fica tudo super bonitinho. =D

Beijão!!!!